Uso de probióticos na atividade física melhoria na performance – Reviva Nutrição

Uso de probióticos na atividade física melhoria na performance

Uso de probióticos na atividade física melhoria na performance

Sprinter in Starting Position

Sprinter in Starting Position

Uso de probióticos na atividade física melhoria na performance

A suplementação de probióticos é focada na saúde intestinal, porém ao longo dos anos novas pesquisas vêm sendo realizadas e a suplementação de probióticos vêm sendo associada a tratamento de alergias, doenças metabólicas, depressão, doenças inflamatórias gastrointestinais, respiratórias e outras.

A microbiota intestinal saudável é importante para regulação da resposta adaptativa ao exercício e atividade física. Atletas que são expostos a exercícios de alta intensidade, principalmente durante eventos exaustivos prolongados apresentam um aumento nos sintomas gastrointestinais como diarreia, cólica, náuseas, e sangramento.

Esses sintomas estão relacionados a uma alteração na microbiota intestinal ocasionada pelo estresse pode levar a um quadro de disbiose.

A disbiose é o desequilíbrio na colonização da microbiota intestinal por bactérias patogênicas, em razão das benéficas. Essa condição pode levar a problemas de má absorção, além da alteração do sistema imune, uma vez que as bactérias benéficas que colonizam o intestino competem com as bactérias patogênicas por alimento.

A ausência de uma microbiota intestinal saudável, colonizada por bactérias benéficas, compromete a integridade da barreira intestinal, tornando-a mais permeável, aumentando a susceptibilidade a doenças infecciosas e autoimunes, devido à absorção de agentes patogênicos / toxinas no tecido e na corrente sanguínea, além de contribuir para a má absorção dos nutrientes levando o indivíduo a quadro de carências nutricionais.

Estudos desde 2006 vêm examinando a suplementação de probióticos em atletas ou indivíduos altamente ativos, e tem indicado benefícios relacionados a redução da frequência e duração de doenças relacionadas ao trato gastrointestinal e doenças respiratórias.

A ação dos probióticos se dá pelo auxilio na manutenção da integridade da barreira intestinal, colonização do intestino pelas bactérias benéficas, e consequentemente melhora na resposta imunológica sistêmica, gerando impacto positivo no rendimento do atleta. Alguns resultados demonstram benefícios promissores para utilização de probióticos no sistema imunológico do atleta.

Há também evidências de que a suplementação de probiótico associado ao uso de prebióticos pode ser estratégia nutricional para a melhoria de rendimento do atleta.

Conclui-se a importância de associar uma dieta equilibrada e saudável ao uso de probióticos como importante papel nutricional para melhoria de performance em atletas, através da redução da frequência gastrointestinal e respiratórias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *