Alimentação e Fertilidade – Reviva Nutrição

Alimentação e Fertilidade

Alimentação e Fertilidade

ALIMENTAÇÃO

Sabemos que a nutrição adequada é determinante desde a fertilização até a formação de indivíduos saudáveis, para dar continuidade às próximas gerações, garantindo uma longevidade com qualidade de vida.

O estado nutricional antes e durante a gravidez é um período crítico tanto pra mãe quanto para o bebê, como por exemplo, influenciando na prevenção de doenças como diabetes, hipertensão, dislipidemias, determinando o bem estar e a qualidade de vida de ambos e inclusive na capacidade reprodutiva da mulher para outras gestações.

Então, tudo que puder ser feito para melhorar a fertilidade do casal, aumenta as chances de engravidar e quanto mais saudável e equilibrado nutricionalmente esse casal estiver, mais aumenta a chance de formar um bebê saudável.

Em estudo realizado com mulheres obesas que apresentavam problemas de fertilidade, observou-se que, após a redução de peso por meio de dieta e mudanças no estilo de vida, a função menstrual melhorou em 80% e a taxa de gravidez aumentou em 29%. Esses resultados foram explicados pela diminuição nos níveis de insulina e de alguns hormônios.

Vários pontos positivos são observados em um processo de reeducação alimentar quando se pensa em engravidar, incluindo a melhora do controle da pressão arterial, da glicemia e da adequação dos estoques de nutrientes que colaboram para a função reprodutiva, tanto feminina quanto masculina.

As principais recomendações ao casal que está em um processo de reeducação para aquisição de um novo hábito alimentar, com o intuito de contribuir com a saúde reprodutiva  são as seguintes:

♡ Procure aumentar o consumo de antioxidantes  como a vitamina C presente nas frutas citricas como acerola, laranja, limão, goiaba, kiwi,  e vegetais verdes como brócolis, rúcula e pimentão pois esta vitamina atua na função ovariana e no desenvolvimento dos óvulos e nos homens regula a produção de espermatozóides;

Inclusive nesses vegetais estão presentes também os bioflavonoides, que fortalecem o útero para implantação do embrião.  Encontrado também nas uvas, laranjas e tomate.

♡ Consumir alimentos ricos em vitamina B6 como carnes de aves, peixes, fígado, ovos, soja, aveia, nozes e produtos com trigo integral,  pois estudos comprovam que essa vitamina atua no controle hormonal e na diminuição dos sintomas da TPM;

♡ Invista em alimentos ricos em zinco, como as carnes, cereais integrais, fígado, frutos do mar, amêndoas, o zinco é um dos minerais mais importantes para a função reprodutiva, pois atua de forma direta sobre os hormônios sexuais, estimulando a fertilidade, atuando também na imunidade. Esse mineral é necessário para a produção de esperma e manutenção da potência masculina, e tem a fama de aumentar a libido. Estudos  comprovam que a carência de zinco provoca infertilidade e impotência;

♡ Alimentos integrais e nozes possuem também a vitamina E, que aumenta a motilidade dos espermatozóides e auxilia no desenvolvimento de uma placenta mais saudável diminuindo os riscos de aborto;

♡ É importante consumir alimentos com beta caroteno como mamão, cenoura, abóbora, brocolis, espinafre,  para evitar a deficiência de vitamina A, este nutriente é essencial para a produção normal de espermatozóides;

♡ Ingerir preparações que contenham gengibre como em sucos, chás, sopas, aperitivos e temperos, o gengibre é conhecido por ser um alimento afrodisíaco, pois melhora a circulação para os órgãos genitais masculinos, auxiliando na ereção; e além disso aumenta a concentração do hormônio masculino (testosterona);

♡ Outro mineral essencial para a produção de espermatozóides saudáveis assim como o zinco é o selênio, presente nas castanhas do brasil, grãos integrais e ovos;

♡ Consuma alimentos fonte de arginina (carnes, aves, peixes, cereais integrais, castanhas). A arginina é precursora do óxido nítrico, um dos componentes fundamentais na ocorrência da ereção, pois promove a vasodilatação, permitindo um maior fluxo sanguíneo;

♡ Evite ao máximo o consumo de alimentos com agrotóxicos, preferindo os alimentos orgânicos, pois a exposição aos agrotóxicos ao longo do tempo pode levar a distúrbios do sistema reprodutivo como infertilidade, câncer de testículo, má formações congênitas entre outros;

♡ Outros poluentes ambientais como o bisfenol A contido em embalagens plásticas pode passar para os  alimentos quando submetidos ao calor ou ao frio extremo. Por isso evite consumir alimentos quentes ou aquecê-los em recipientes plásticos. O bisfenol A  piora da qualidade do esperma, está relacionado com a diminuição da contagem de espermatozóides e em mulheres causa alterações na fertilidade e pode produzir irregularidades no ciclo menstrual.

♡ Evite o consumo de bebidas alcoólicas, pois além de afetar a qualidade do esperma, pode prejudicar a absorção de minerais essenciais ao organismo como o zinco, o selênio e o magnésio, que são antioxidantes importantes na manutenção dos óvulos e dos espermatozóides.

♡ Para garantir uma função reprodutora saudável diminua o consumo de alimentos  pobres em vitaminas e minerais como os carboidratos refinados (pão, açúcar branco,  etc).

No momento da fertilização quando um ser humano começa a existir, a nutrição tem início. Este período do desenvolvimento, quando as coisas podem ser definidas é de vital importância, e a nutrição pode exercer uma profunda influência, que se estende por toda a vida.

POR TICIANE ARAGÃO

Referências bibliográficas:

Carreiro, Denise Madi; Correa, Mayra Madi Mães saudáveis têm filhos saudáveis. 2ª. Edição – São Paulo, SP, 2010.

BECKER, Geórgia Franco. Efeito da dieta hipocalórica de baixo índice glicêmico sobre níveis de grelina, leptina, parâmetros metabólicos e desfechos reprodutivos em mulheres inférteis com excesso de peso: um ensaio clínico randomizado. 2015. Disponível em :

http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/115042. Acesso em 06/05/2015.

1 Comentário

  1. Adorei seu site. Muito conteúdo de qualidade. abraço e muito sucesso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *